Substâncias Tóxicas nos Produtos de Montanha das Principais Marcas

Substâncias Tóxicas nos Produtos de Montanha das Principais Marcas

28 de Janeiro, 2016 0

A Greenpeace realizou uma investigação onde detetou substâncias tóxicas “perigosas para a saúde” nas roupas de montanha pertencentes a marcas de primeira linha como a The North Face, Columbia, Patagonia, Mammut e Haglöfs.
Os resultados foram apresentados na primeira feira de equipamento de montanha do mundo em Munique. Estas empresas utilizam “compostos tóxicos como os PFC (per e poli fluorocarbonos)” para tornar os materiais de abrigo exterior impermeáveis.
A Greenpeace utilizou 40 produtos adquiridos em 19 países diferentes e analisou-os. A análise permitiu identificar a presença de PFC não só na roupa, mas também em calçado, tendas, mochilas, cordas e em sacos de cama. Em 18 destes, a presença da substância foi descrita como “muito alta” (a maioria na The North Face) e apenas 4 não registaram a presença dos tóxicos.

O relatório explica que os PFC são compostos químicos que não existem na natureza, mas que quando chegam ao ambiente degradam-se lentamente, dispersam-se e alcançam a cadeia alimentar. Foram encontrados em alguns dos lugares mais remotos do planeta e em animais como golfinhos, nos fígados de ursos polares e inclusivamente no sangue humano.
Pouco tempo depois da publicação destas conclusões, a The North Face anunciou que iria tentar eliminar por completo os PFC até 2020, data que a Greenpeace não considerou “suficientemente ambiciosa” por implicar “mais 5 anos de contaminação ambiental irreversível”.

Fontes: Observador e Green Peace

Assine “TELL THE NORTH FACE AND MAMMUT TO STOP USING TOXIC CHEMICALS” ou em “Pide una ropa libre de tóxicos”



Comentários
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.