A cadeia holandesa de retalho Ekoplaza inaugurou o primeiro corredor de supermercado sem embalagens de plástico, em Amsterdão.



A cadeia holandesa de retalho Ekoplaza inaugurou, no final de fevereiro, o primeiro corredor de supermercado sem plástico, em Amsterdão.

Com cerca de 700 produtos – incluindo cereias, molhos, lacticínios, chocolate, snacks, sumos, carne, frutas e vegetais frescos – disponíveis nas suas prateleiras, o corredor dá aos clientes a oportunidade de comprar artigos embalados em “biomateriais compostáveis assim como em materiais tradicionais”, como o vidro, o metal e o cartão.

Esta iniciativa surge numa altura marcada pelas crescentes preocupações com os danos que a poluição por resíduos plásticos está a causar nos oceanos, na vida marinha e nas cadeias alimentares.



Sian Sutherland, cofundadora do grupo A Plastic Planet, chamou à iniciativa “um momento marcante na luta mundial contra a poluição por plásticos”.

Durante décadas foi vendida, aos consumidores, a mentira de que não conseguimos viver sem plástico na comida e nas bebidas. Um corredor de supermercado sem plástico dissipa tudo isso. Podemos, finalmente, ver um futuro em que o público tem uma escolha para comprar produtos com ou sem plástico”, defendeu.

Não faz absolutamente qualquer sentido embalar-se algo tão fugaz como a comida num material tão indestrutível como o plástico. As embalagens de plástico da comida e das bebidas só são úteis durante alguns dias. Contudo, permanecem como uma presença destrutiva na Terra durante séculos”, disse a ativista.



A cadeia de supermercados holandesa revelou ainda que vai introduzir corredores semelhantes em todas as suas 74 lojas até ao final do ano.

“Não é um truque de marketing, é algo no qual trabalhamos durante vários anos”, explicou Erik Does, diretor executivo da Ekoplaza. “Sabemos que os nossos clientes estão fartíssimos de produtos cheios de camadas e camadas de embalagens de plástico. Os corredores sem plástico são uma forma muito inovadora de testar os biomateriais compostáveis que oferecem uma alternativa mais sustentável às embalagens de plástico.”

Os produtos deste corredor não serão mais caros do que os embalados em plástico e serão “ajustáveis e convenientes”, utilizando embalagens biodegradáveis alternativas sempre que necessário, em vez de abandonarem as embalagens por completo.


"Parece plástico... Mas não é. É muito mais do que isso!", lê-se nos cartazes do corredor sem plástico da Ekoplaza | Fotos: Ewout Huibers

As etiquetas e encaixes do corredor também não são feitos de plástico. Para além disso, os produtos ostentam um selo “Plastic free” que facilitará a sua identificação.

“Existem tantos outros materiais”, comentou Sian Sutherland. “Os maiores supermercados da Europa têm de seguir o exemplo da Ekoplaza e introduzir um corredor livre de plástico, na primeira oportunidade, para ajudar a fechar a torneira do plástico.”

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.