Meninos-Soldados de Jimmie Briggs

Meninos-Soldados de Jimmie Briggs

28 de Maio, 2011 3
Livro Meninos soldados
Meninos-Soldados
de Jimmie Briggs
Prefácio: Dr. Fernando Nobre
Edição/reimpressão: 2008
Páginas: 224
Editor: Caleidoscópio
16,10€

Este livro tenta aprofundar a nossa compreensão para este terrível fenómeno que tem aumentado dramaticamente nas últimas décadas. Retrata o uso de crianças como soldados nos conflitos armados, tanto pelos governos como por guerrilhas militares em diversos lugares do mundo: Ruanda, Colômbia, Sri Lanka, Uganda e Afeganistão. As crianças são vítimas das maiores atrocidades e contam, na primeira pessoa, o que são obrigadas a fazer e o sofrimento por que passam às mãos destes grupos. A grande força do livro recai na forma como as histórias das crianças são usadas para ilustrar o problema das meninos-soldados: como são recrutadas – incluindo recrutamento voluntário, rapto, coerção, etc. Expõe também as deficiências no sistema das Nações Unidas para evitar situações como estas.

“Falar das crianças-soldados é falar de uma das novas formas de escravatura e de um dos maiores insultos à consciência e ética humanas. É falar também do profundo sentimento de horror e de medo em que vivem estas criançasos rapazes como carne picada para as metralhadoras e as minas; as meninas como carne para sexo em permanente disposição – quase sempre raptadas às suas pobres e indefesas famílias ou fugidas da sua miséria, da sua falta de esperança, da sua orfandade de pais e de humanidade.”
Dr. Fernando Nobre 

Crianças-soldado no mundo

Comentários
3 comments on “Meninos-Soldados de Jimmie Briggs
  1. Anónimo

    Sempre a falarmos dos outros (países "não desenvolvidos")… Nós os "desenvolvidos" fazemos o mesmo… a diferença é que ainda não as usamos directamente nas guerras, apenas lhe começamos a incutir o AMOR pelas Armas desde tenra idade…

    um vídeo que mostra a Realidade da Nossa Rica e Falsa Sociedade "Moderna"
    Clica aqui… e diverte-te!

    28 de Maio, 2011 Reply
  2. UniPlanet

    A maior diferença é que nos países em desenvolvimento as crianças são raptadas às famílias para serem escravas da guerra…

    29 de Maio, 2011 Reply
  3. Anónimo

    E??? Nós até gostamos que haja sempre mais e mais guerras pois para nós "desenvolvidos" é forma de termos a nossa querida industria de guerra sempre a bombar, a gerar riqueza, a criar empregos…
    Quantos milhões de empregos no sector da "guerra" existem Mab? Tudo não passam de hipocrisias…
    Desde as guerras, às armas, aos preservativos, ao genocídio à sombra do "VIH", aos OGM, etc, etc, etc… Nós os "desenvolvidos" apenas queremos manter o nosso estilo de vida à custa dos países "não desenvolvidos" porque sabemos perfeitamente que este estilo de vida não dá para 7 biliões de parasitas!
    Basta olhar para o Afeganistão… para o Iraque… para os países de África… só lá andam porque ganham triliões e triliões… nada mais!

    29 de Maio, 2011 Reply
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.