A China anunciou que planeia plantar, em 2018, novas florestas que cobrirão uma área que tem aproximadamente o tamanho da República da Irlanda.

Grande Muralha da China

A China anunciou que planeia plantar, em 2018, novas florestas que cobrirão pelo menos 6,6 milhões de hectares, uma área que tem aproximadamente o tamanho da República da Irlanda.

A Administração Florestal do Estado quer aumentar o número de hectares de floresta de 21,7% da área terrestre total para 23%, até 2020, e para 26%, até 2035.

O país espera com esta e outras medidas livrar-se da sua imagem de poluidor e tornar-se um líder mundial em proteção ambiental.

“As empresas, organizações e talentos que se especializam no trabalho de reflorestação estão todos convidados a participar na enorme campanha de ecologização do país”, convidou Zhang Jianlong, dirigente da administração. “A cooperação entre o governo e o capital social será posta na lista de prioridades.”

Em 2014, o país declarou “guerra à poluição”, tendo priorizado a punição das empresas poluidoras e dos infratores das normas ambientais, a expansão florestal e a limpeza de rios poluídos. O país também tem apostado na preservação da vida selvagem, anunciando planos para a criação de um parque nacional de 1,5 milhões de hectares para proteger o leopardo-de-Amur e o tigre-siberiano e proibido o comércio doméstico de marfim.

As novas áreas florestais serão criadas na província de Hebei, na província de Qinghai e no deserto de Hunshandake, conta o The Telegraph.

Segundo Zhang Jianlong, o país gastou mais de 538 mil milhões de yuan (68 mil milhões de euros) na plantação de florestas nos últimos cinco anos, aumentando o total de área florestal para 208 milhões de hectares.

O governo também está a promover o programa “linha vermelha ecológica” para forçar as províncias e regiões a deter o “desenvolvimento irracional” e a construção perto de florestas, rios e parques nacionais.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.