Os produtos e embalagens de plástico que usamos durante pouco tempo estão a poluir os nossos oceanos e a colocar a fauna aquática em risco.



Com as festividades, aumenta a quantidade de embalagens de plástico e sacos, comida desperdiçada, papel de embrulho, fitas e laços que acabam no lixo.

Os produtos e embalagens de plástico que usamos durante pouco tempo estão a poluir as nossas praias, rios, oceanos e a colocar a fauna aquática em risco. Até 2050, haverá mais plástico do que peixes (por peso) no mar e 99% das aves marinhas terão este material no seu aparelho digestivo.

Aqui está uma lista com 5 dicas que o podem ajudar a reduzir a quantidade de plástico que usa durante esta época festiva. Boas festas!



1 Diga não às decorações de plástico. Não utilize flocos de neve artificial, que costumam ser feitos de plástico. Em vez de decorar o pinheiro com enfeites de plástico, dê asas à sua criatividade: enfeite-o com origami, grinaldas de pipocas e arandos, pinhas, bolachas, bonecos de feltro ou madeira, etc. Opte por decorações reutilizáveis em vez de descartáveis. Evite os enfeites com purpurina.


Foto: Homemade Christmas

2 Não compre presentes que vêm embalados em plástico. Procure prendas sem embalagens ou ofereça “experiências”, como bilhetes para um concerto, peça de teatro ou evento desportivo, massagens, um jantar num restaurante, etc.

3 Embrulhe os seus presentes com materiais naturais. Não utilize fita plástica para embrulhar (que pode ter um impacto devastador). Use cordel, ráfia natural, tecido ou papel para decorar as suas prendas. Também pode usar jornal, papel reciclado ou até mesmo tecido para embrulhar as suas prendas.



4 Diga não aos talheres, copos e pratos descartáveis de plástico. Embora as suas cores e desenhos possam parecer festivos, estes produtos, que usamos durante apenas alguns minutos, demorarão séculos a decompor-se. Utilize copos, pratos e talheres convencionais nas festas.

5 Não ofereça brinquedos de plástico. Opte por comprar brinquedos de madeira, tecido ou papel reciclado e, sempre que puder, dê preferência aos artigos de produção artesanal e local.


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.