Exploradores de mina de ouro expulsaram tribo na Amazónia depois da morte do líder

Exploradores de mina de ouro expulsaram tribo na Amazónia depois da morte do líder

29 de Julho, 2019 0

Indígena

Dezenas de garimpeiros invadiram uma aldeia indígena na Amazónia e o líder da tribo foi esfaqueado até à morte. O grupo de exploradores de uma mina de ouro assumiu o controlo da vila depois da comunidade residente se ter posto em fuga.

O caso passou-se na reserva indígena Waiãpi, de 600 mil hectares, no estado do Amapá. O corpo de Emyra Waiãpi, líder da comunidade, foi encontrado perto da vila de Mariry.

Vários líderes indígenas e políticos locais pediram ajuda policial por temerem “um banho de sangue”.

“Os garimpeiros invadiram a aldeia indígena e estão lá até hoje. Estão extensivamente armados, têm metralhadoras. Por isso pedimos a ajuda da Polícia Federal “, disse Kureni Waiãpi, de 26 anos, que pertence a uma tribo. “Se nada for feito, eles vão começar a lutar.”

A exploração de minérios de forma ilegal na Amazónia atingiu recentemente proporções alarmantes, com os garimpeiros a devastar as florestas e a poluir os rios com mercúrio.

Foto: Reuters

Ver esta publicação no Instagram

RELATO DE TERROR NA TERRA INDÍGENA WAJÃPI #repost @midianinja

Uma publicação partilhada por Sonia Guajajara (@guajajarasonia) a

Comentários
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.