Sacramento, a capital da Califórnia, aprovou a proibição da venda de cães, gatos e coelhos criados comercialmente nas lojas de animais.

Cachorro a dormir

A câmara municipal de Sacramento, a capital do estado da Califórnia, aprovou por unanimidade a proibição da venda de cães, gatos e coelhos criados comercialmente nas lojas de animais da cidade.

De agora em diante, as lojas trabalharão em conjunto com os canis, abrigos e associações para oferecer animais para adoção, uma prática que já é comum à maioria das lojas da cidade.

Com esta decisão, Sacramento espera reduzir a criação abusiva destes animais nas chamadas “puppy mills” ou, no caso dos gatos, “kitten mills”.

“Em muitas cidades, os animais são trazidos de outros estados, das ‘puppy mills’, onde vivem uma vida horrível – especialmente as mães, em jaulas durante toda a vida”, disse Gina Knepp, diretora do Abrigo de Animais de Front Street.

A proibição da venda, em lojas, de animais de estimação criados comercialmente já foi decretada em centenas de cidades dos Estados Unidos, entre as quais a Filadélfia, Los Angeles e São Francisco.

Os habitantes de Sacramento poderão continuar a comprar cães de raça a criadores, mas a cidade recomenda que o façam de forma consciente, notando que um criador respeitável deverá deixá-los visitar e verificar as condições em que vivem os seus animais e fornecer registos veterinários. No entanto, antes de comprar um cão de raça, pense duas vezes. Já conhece os segredos do pedigree dos cães?

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.