Das 10 mil espécies de árvores em risco de extinção, mais de 300 estão criticamente ameaçadas, com menos de 50 exemplares na natureza.



Segundo a primeira base de dados global sobre árvores, das 60 065 espécies arbóreas já identificadas no mundo, 9600 estão em risco de extinção. No entanto, o número poderá ser maior visto que apenas se conhece o estatuto de conservação de cerca de 20 000 espécies.

A lista foi criada pela Botanic Gardens Conservation International (BGCI), uma organização que representa centenas de jardins botânicos de todo o mundo, com base em mais de 500 publicações.

De acordo com a lista, o Brasil é o país com a população de árvores mais diversa, com 8715 espécies, tendo ainda o maior número de espécies arbóreas – 4333 – que apenas existem lá. Em segundo lugar está a Colômbia, com 5776 espécies diferentes de árvores, seguida da Indonésia, com 5142.

No total, 58% das árvores são endémicas de um país, o que significa que só existem nele. Por exemplo, Madagáscar tem 2991 espécies de árvores que existem exclusivamente no seu território e a Austrália tem 2584.

“O principal motivo para a BGCI publicar a lista foi de modo a proporcionar um instrumento às pessoas que estejam a tentar conservar espécies arbóreas raras e ameaçadas, declarou a organização.

“Atualmente, sabe-se que cerca de 10 000 espécies de árvores estão ameaçadas de extinção, em grande parte devido à desflorestação e à sobreexploração. Este número inclui mais de 300 espécies que estão criticamente ameaçadas com menos de 50 exemplares na natureza.”

Sem contar com o Ártico e a Antártida, onde não existem árvores, o Neártico (região correspondente à quase totalidade da América do Norte) regista a menor diversidade, com menos de 1400 espécies.

Como se descobrem cerca de 2000 plantas novas por ano, a base de dados será continuamente atualizada.

Os 10 países com mais espécies de árvores


Gráfico: Geographical Magazine

Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.