As praias de Hong Kong estão a ser invadidas por um “tsunami” de resíduos plásticos.

Lixo nas praias de Hong Kong

As praias de Hong Kong estão a ser invadidas por um “tsunami” de lixo, constituído, na sua maioria, por resíduos plásticos.
O lixo que é levado pelo mar para as praias de Hong Kong não é uma novidade para os habitantes locais, mas esta quantidade – que se estima que seja 6 a 10 vezes superior ao habitual – não é normal, explica o Inhabitat.

O projeto Coastal Watch da WWF avisa que até 15 000 toneladas de lixo proveniente do oceano chegam anualmente a Hong Kong. Um residente local descreveu este problema com uma “'maré negra' solidificada de lixo/ plástico”.
O Departamento de Proteção Ambiental de Hong Kong culpa as cheias de junho na China e os ventos das monções por esta situação. O Conselheiro Paul Zimmerman disse que o lixo provém de aterros de resíduos legais e ilegais, tanto em Hong Kong como na China. Muitos acreditam que o lixo é proveniente da China, assim como de Hong Kong, graças às embalagens e aos rótulos dos resíduos.

A Sea Shepherd destaca o aterro existente na ilha de Wai Ling Ding, administrada pela China, a sul de Hong Kong, que o diretor da organização descreve como um “glaciar de lixo” que poderá estar a verter para o oceano.
Cerca de 8 milhões de toneladas de resíduos de plástico invadem os oceanos todos os anos. Estes resíduos são uma ameaça para os animais marinhos, como os peixes, as aves marinhas e as ostras, entre outros.

Lixo nas praias de Hong Kong
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.