O México decretou a proibição permanente das redes de emalhar no Golfo da Califórnia, numa tentativa de salvar a vaquita marinha.

Vaquita marinha

O México decretou a proibição permanente das redes de emalhar no Golfo da Califórnia, numa tentativa de salvar a vaquita marinha, uma espécie de cetáceo criticamente ameaçada. A medida, que torna permanente a anterior proibição temporária introduzida em 2015, surge após anos de pressão junto do governo mexicano.

Segundo as estimativas dos especialistas, já só restam 30 vaquitas marinhas na natureza e todas elas vivem exclusivamente no Golfo da Califórnia.

As redes de emalhar são usadas na pesca de totoaba, uma espécie de peixe que também está criticamente ameaçada, cuja bexiga-natatória é vendida a preços exorbitantes na China por se acreditar que aumenta a fertilidade. Dada a semelhança de tamanhos entre ambos os animais, as redes acabam por capturar vaquitas, resultando na sua morte por afogamento, já que, como todos os cetáceos, elas precisam de vir à superfície respirar.

A decisão de tornar permanente a proibição foi saudada pela WWF, se bem que com alguma reserva. “Este é um fantástico passo em frente no caminho para se salvar a vaquita, desde que a proibição seja aplicada integralmente e acompanhada por alternativas de pesca para as comunidades”, lê-se num comunicado da organização.

Vaquita capturada em rede de pesca

O governo mexicano anunciou ainda um programa, em parceria com a Marinha dos EUA, que utilizará golfinhos treinados para localizar as vaquitas marinhas e conduzi-las até a um refúgio marinho seguro, livre de redes de pesca e de outros perigos, onde os animais se possam reproduzir e aumentar os seus números, conta o Smithsonian. Para a WWF, este plano suscita algumas dúvidas.

A proibição permanente das redes de emalhar faz parte de um acordo entre o governo mexicano e as fundações do ator Leonardo DiCaprio e do empresário Carlos Slim.

“Ótimas notícias e um enorme passo em frente, agora que a proibição permanente das redes de emalhar se tornou oficial. Obrigado a todos os que ajudaram a que isto acontecesse, incluindo o Presidente Peña Nieto”, escreveu Leonardo DiCaprio nas redes sociais.


Subscrever a Newsletter

Partilha:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.