Dicas para simplificar a vida, reduzir o desperdício e ajudar o ambiente, através do desperdício zero, nas compras e em casa.

Cabaz de produtos biológicos

Já passou um ano desde que Katelin Leblond e Tara Smith-Arnsdorf se dedicaram a reduzir a quantidade de desperdício produzido nas suas casas e ambas se orgulham, agora, de produzir apenas um pequeno frasco de lixo por ano. Para o conseguir, seguiram o exemplo de Bea Johnson e adotaram a filosofia dos 5 R’s: recusar, reduzir, reutilizar, reciclar e compostar (“rot” em inglês).
No seu site PAREdown, as duas amigas oferecem dicas de como simplificar a vida, reduzir o desperdício e ajudar o ambiente, através do Desperdício Zero.

Nas Compras

Leve consigo os seus sacos de pano, frascos de vidro e recipientes reutilizáveis. Descubra lojas de venda avulso na sua zona para encontrar alternativas aos alimentos pré-embalados. Visite padarias, lojas e mercados de agricultores para descobrir os que lhe permitirão fazer compras com os seus próprios recipientes. Faça-lhes notar que está a fazê-los poupar dinheiro ao não usar os seus sacos e embalagens.

Comida

Aprenda a fazer coisas que adora, como hummus, maionese, iogurtes, molhos para saladas, bolachas, etc., que costuma comprar em embalagens de plástico. Muitas destas coisas podem ser feitas em quantidade e depois congeladas ou mantidas no frigorífico durante algum tempo.
Tenha, no seu carro, um kit com uma garrafa reutilizável, uma caneca, recipientes e talheres (sem serem de plástico) e guardanapos de pano prontos para quando quiser comprar comida take-away ou para quando quiser levar sobras de uma refeição no restaurante para casa.

Produtos de Limpeza

Informe-se se existem empresas que ofereçam alternativas recarregáveis aos seus produtos de limpeza e de higiene pessoal na sua zona. O vinagre e o bicarbonato de sódio podem substituir a maioria dos seus detergentes. O vinagre é um desinfetante fantástico e o bicarbonato de sódio é ótimo para esfregar. Experimente a receita de Tara e Katelin para fazer um produto de limpeza de vinagre e citrinos com um cheiro muito agradável. Corte tecidos velhos (como lençóis velhos, toalhas e panos) e use-os para limpar. Utilize escovas compostáveis (de madeira) na casa-de-banho e na cozinha.

Casa da minimalista de Bea Johnson

Desimpeça a sua Casa

Às vezes compramos coisas porque não conseguimos encontrar as que já temos. Organizar as suas coisas e criar espaço na sua casa, ajudá-lo-á a ter noção do que já tem e trará mais simplicidade ao seu lar. Em cada divisão, observe o que tem e pergunte-se: "Isto tem uma utilidade? Tenho mais do que um? Utilizo-o?" Deitar fora um artigo velho para o substituir por uma alternativa ecológica nem sempre é uma boa ideia. Utilize o que tem primeiro ou então ofereça-o, doe-o ou venda-o. Depois de ter feito isto, substitua-o por um artigo mais sustentável.

Roupa

• Usou-a nos últimos 2 anos?
• Serve-lhe?
• É prático?
• É uma peça neutra que pode ser usada com outros artigos do seu armário?
Use o que tem até ao “fim" da vida útil da peça de roupa. Compre em segunda mão ou, se vai adquirir uma peça de roupa nova, certifique-se de que é de boa qualidade ou de que é feita de fibras naturais. Doe ou venda aquilo de que não precisa ou que não usa. Se uma peça de vestuário é feita de fibras naturais e já não pode ser usada, doada, vendida ou utilizada como pano de limpeza, pode ser compostada. Retire as etiquetas, que costumam ser feitas de materiais sintéticos que não se decomporão.

Na Cozinha

• Aproveite todos os frascos de vidro para guardar compras avulso, sobras e molhos.
• Substitua guardanapos de papel por uns de tecido.
• Em vez de película aderente para embrulhar a comida ou para tapar taças, experimente utilizar guardanapos de tecido (pode usá-los como os Furoshiki japoneses) ou colocar, simplesmente, um prato sobre uma taça de sobras.
• Substitua recipientes de plástico e tupperware por alternativas de vidro e de aço inoxidável.
• Troque tábuas para cortar de plástico por alternativas de madeira, bambu ou xisto e escovas de limpar de plástico por alternativas compostáveis naturais e/ou de madeira.

Como já foi mencionado antes, nunca é boa ideia descartar artigos que já tenha por já não se enquadrarem no seu estilo de vida de desperdício zero. Fazer a transição para um estilo de vida de desperdício zero não se devia tornar num fardo financeiro. Faça as coisas com calma e lembre-se de usar o que tem primeiro.

Na Casa-de-banho

Esta divisão pode conter imensos artigos esquecidos, mas pode ser mais complicado uma vez que alguns produtos de beleza abertos não poderão ser usados por outra pessoa além de si. Acabe estes produtos antes de os substituir ou dê-os a amigos e familiares. Procure alternativas naturais para substituir alguns dos seus produtos de casa-de-banho.

• Substitua a sua escova de dentes convencional por uma de bambu.
• Opte por uma pasta de dentes natural ou faça o seu próprio pó para lavar os dentes.
• Uma gillette clássica de metal é uma boa alternativa às descartáveis.
• Recarregue as suas embalagens de champô e de condicionador.
• Compre sabonetes naturais sem estarem embalados.
• Pesquise empresas de cosmética ou de cuidado pessoal que criem embalagens e produtos sustentáveis, naturais e biológicos.
• Use um sabonete como substituto para o seu gel de limpeza de rosto e um óleo natural para substituir o seu creme hidratante.
• Procure alternativas reutilizáveis para substituir as rodelas de algodão ou use, simplesmente, toalhas de rosto.
• Substitua tampões e pensos higiénicos por um copo menstrual ou por pensos reutilizáveis.

Vá fazendo alterações na sua casa, uma divisão de cada vez. Não deixe que este processo o intimide. Assim que uma divisão fique como desejado, siga para a próxima. Não tem de ficar a 100% à primeira vez. Depois de ter trabalhado numa divisão, volte a verifica-la alguns meses depois. Muito provavelmente, encontrará mais coisas de que não precisa e de que, consequentemente, poderá abdicar.

Fonte: PAREdown
Partilha:

Comentários:

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.