Estradas elétricas podem tornar as baterias dos carros mais pequenas

Estradas elétricas podem tornar as baterias dos carros mais pequenas

28 de Março, 2023 0

Se um carro elétrico carregar enquanto circula, o tamanho da sua bateria pode ser reduzido até 70%.

O governo sueco propôs a proibição de novos carros a gasolina e a diesel a partir de 2030 para reduzir as emissões de dióxido de carbono. Uma tendência que se tem observado por toda a Europa, como demonstra o rápido aumento das vendas de veículos elétricos. À medida que este desenvolvimento avança, os desafios também aumentam, como, por exemplo, a carga desigual na rede elétrica e o acesso a postos de carregamento de veículos elétricos.

 

Diferentes formas de carregar veículos em movimento

Vários países, incluindo a Suécia, a Dinamarca e a Alemanha, estão a testar se o Sistemas de Estradas Elétricas pode ser usado. Nestes sistemas os veículos carregam através da própria estrada ou em sítios próximos à estrada, ou com fios suspensos em cima dos veículos, como os elétricos da Carris em Lisboa por exemplo. Todas as opções permitem que os veículos não precisem de estacionar para carregar, havendo assim uma menor necessidade de baterias grandes para armazenarem energia para superar a “ansiedade de alcance ou autonomia”, um termo que se refere ao medo ou preocupação de um condutor de um veículo elétrico sobre a distância que o seu carro elétrico pode viajar antes que a bateria precise de ser carregada.

Investigadores da Universidade de Tecnologia de Chalmers, na Suécia, usaram dados de mais de 400 condutores para estudar os padrões reais em diferentes partes das estradas nacionais suecas e europeias. Eles usaram os dados para calcular, entre outras coisas, o tamanho da bateria necessário para completar as viagens, dadas as opções de carregamento possíveis (estacionado versus o sistema de estradas elétricas), padrões de carregamento e custos totais, incluindo infraestruturas e baterias.

 

Baterias menores resultam em custos mais baixos

Os resultados mostraram que o ideal seria a combinação entre estradas elétricas em 25% das estradas nacionais e europeias mais movimentadas e o carregamento doméstico. As baterias, que correspondem a grande parte do custo de um carro elétrico, podem tornar-se significativamente menores, até um terço do tamanho atual.

“Vemos que é possível reduzir a autonomia necessária das baterias em mais de dois terços se se combinar o carregamento desta forma. Isto reduziria a necessidade de matérias-primas para as baterias, e os carros elétricos também poderiam ficar mais baratos para os consumidores“, disse Sten Karlsson, um colegas dos investigadores do estudo “Benefits of an Electric Road System for Battery Electric Vehicles”.

Outro efeito positivo seria que os picos de consumo de eletricidade seriam reduzidos se os condutores de automóveis não dependessem inteiramente do carregamento doméstico, e o complementassem com o carregamento elétrico nas estradas.

Muitas pessoas carregam os seus carros depois do trabalho e durante a noite, o que sobrecarrega muito a rede elétrica. Ao carregar de forma mais uniforme ao longo do dia, a carga seria significativamente reduzida.”

 

Benefício mais limitado em áreas pouco povoadas

“Existem grandes diferenças entre os grupos [condutores de estradas urbanas e rurais], dependendo dos padrões de direção e da proximidade de estradas elétricas. Alguns conseguiriam carregar apenas com o carregamento elétrico nas estradas, enquanto outros não seriam capazes de aproveitar a oportunidade. Por exemplo, vemos que quem mora no campo precisaria de um alcance quase 20% maior nas suas baterias em comparação com quem mora no centro da cidade”, contou Wasim Shoman que também participou no estudo.

O estudo também mostrou que as baterias pequenas não levam automaticamente ao carregamento através das estradas elétricas.

“Só porque o consumidor pode carregar [na estrada elétrica] não significa que o queira fazer em todas as oportunidades. O modelo de negócio, portanto, torna-se extremamente importante porque benefícios e custos podem ser distribuídos de forma desigual”, conta Sten Karlsson.

 

As estradas elétricas na Suécia

Existem algumas zonas de teste com diferentes tecnologias para estradas elétricas na Suécia, incluindo em Lund e Gotland, e o primeiro teste-piloto com uma estrada elétrica permanente já está em andamento. A Administração Sueca de Transportes está a construir um trecho de 21 quilómetros entre Örebro e Hallsberg ao lado da E20. Prevê-se que a estrada elétrica esteja concluída em 2026.

 

Leitura adicional: “If Electric Cars Are Good for Reduction Emissions, They Could Be Better with Electric Roads“.

 

» Já votaram no UniPlanet? 😊 Votem aqui.

 

Foto: Swedish Transport Administration | WSP

Comentários
Siga-nos no Facebook, Instagram e Telegram!

Subscreva a nossa newsletter

[Newsletter Semanal]

Deixe um comentário

Your email address will not be published.