Parque aquático espanhol Aquapolis encerra o seu Delfinário

Parque aquático espanhol Aquapolis encerra o seu Delfinário

27 de Maio, 2022 0

O parque aquático La Pineda, Aquopolis, em Tarragona, em Espanha, encerrou o seu Delfinário no dia 20 de maio. Os seus nove golfinhos foram enviados para o sul da China, um país que tem poucas leis de proteção animal.

Em 2019, alguns grupos de defesa dos animais começaram a protestar sobre as condições sanitárias e espaciais destes cetáceos. A ONG Nova Eucària tentou por meio de uma moção na Câmara Municipal levar ao encerramento do delfinário e à libertação dos mamíferos. A moção municipal não teve sucesso, mas o tema chegou ao Parlamento da Catalunha, onde todos os partidos ouviram a proposta e se posicionaram para fazer um projeto de lei que proibiria os cetáceos de viver em cativeiro.

Os nove golfinhos que estavam no parque La Pineda viajaram este fim de semana para a ilha de Hainan, na China, que desde dezembro de 2021 tem um parque aquático e um parque oceanográfico: o Ocean Paradise.

A operação foi realizada com grande sigilo e os participantes foram proibidos de usar telemóveis para gravar vídeos ou tirar fotos do momento.

Os golfinhos viajaram primeiro num caminhão de grande porte até ao aeroporto de El Prat e de lá viajaram de avião para seu novo destino: quase 10.150 quilómetros de viagem. Foram transportados em tanques especializados e sem sedação. Assim que desembarcaram em Hainan, viajaram por estrada para a sua nova casa.

“Procurávamos um lugar onde os nove golfinhos ficassem juntos e onde mantivéssemos ‘a família’ unida”, contou o diretor do parque aquático La Pineda, Josep M. Claver.

 

Vejam também:

França proíbe animais selvagens em circos, golfinhos em espetáculos e quintas de visons

Canadá proíbe que baleias e golfinhos sejam mantidos em cativeiro

Comentários
Siga-nos no Facebook, Instagram e Telegram!

Subscreva a nossa newsletter

[Newsletter Semanal]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.