França proíbe animais selvagens em circos, golfinhos em espetáculos e quintas de visons

França proíbe animais selvagens em circos, golfinhos em espetáculos e quintas de visons

26 de Novembro, 2021 0

O parlamento francês votou, no dia 18 de novembro, pelo fim do uso de animais selvagens (como tigres, leões ou ursos) em circos.

Os espetáculos com animais selvagens serão proibidos em dois anos e a posse ilegal de animais selvagens em sete anos, de acordo com a ampla lei aprovada e que estava em debate desde 2020.

A lei, depois de assinada pelo presidente Emmanuel Macron, também irá proibir espetáculos ao vivo com golfinhos em cinco anos e encerra imediatamente as quintas de visons (para produção de peles), o que significa que a última quinta do país será fechada.

O partido de Macron, República em Marcha (LREM), classificou a legislação como “um passo histórico no combate pelos direitos dos animais”.

A fundação da atriz Brigitte Bardot afirmou que foi “um grande avanço pela causa dos direitos dos animais na França”.

A nova lei também proíbe o uso de animais selvagens em programas de televisão, estabelecimentos da vida noturna e em festas particulares.

As mudanças colocarão a França em sintonia com mais de 20 países europeus que proibiram ou restringiram fortemente o uso de animais para entretenimento.

 

Foto: Stephanie Lefebvre / AP

Comentários

Gosta dos artigos do UniPlanet?

Apoie o nosso trabalho a partir de 1€ por mês.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.