Um dos melhores céus escuros do Mundo.

Céu noturno

Neste mês de maio, o projeto Dark Sky Aldeias do Xisto entra em órbita. Partindo do seu estatuto, reconhecido pela certificação Starlight Tourism Destination como um dos melhores céus escuros do Mundo, e após uma cuidadosa planificação e articulação, segue-se agora o momento em que efetivamente se começa a descobrir novas e melhores formas de olhar para o céu. As ações de formação começam pelos parceiros públicos das Aldeias do Xisto, de 18 de maio a 22 de junho, com os módulos de astroturismo, astronomia e poluição luminosa. Este maduro maio é também o mês em que a Universidade de Aveiro volta às aldeias, de 21 a 23. É o regresso do Project@X, desta feita sob o mote “Viagem à Luz das Estrelas”, em que os alunos do curso de design se vão focar no céu noturno de forma holística: experiência, artefactos, comunicação e interação. Preparados para a viagem?

As ações de formação Dark Sky Aldeias do Xisto têm como objetivo preparar o território e os seus agentes para a afirmação de um destino de astroturismo e a construção de produtos turísticos. Serão dirigidas a entidades públicas, agentes privados e guias do céu, abordando as temáticas do astroturismo, astronomia e poluição luminosa. Todas as ações de formação terão uma componente teórica, que decorrerá, nesta fase, em ambiente on-line, e uma componente prática presencial. Algumas das ações de terreno irão integrar o calendário de verão das Aldeias do Xisto. Os temas serão ministrados por cientistas reconhecidos nacional e internacionalmente, com créditos firmados nas matérias abordadas.

A primeira fase das ações de formação Dark Sky Aldeias do Xisto, que tem início no dia 18 de maio, destina-se às entidades públicas locais, regionais e nacionais com competências na gestão do território e na promoção do destino turístico. O objetivo é ministrar conhecimentos introdutórios de astronomia que permitirão lidar com os fundamentos científicos básicos da temática, abordar o astroturismo e a criação de novos produtos turísticos e, finalmente, debater o impacto da poluição luminosa e estratégias para a sua diminuição.

O Dark Sky Aldeias do Xisto é liderado pela ADXTUR, em parceria com a Associação Dark Sky Alqueva, e é financiando pelo Centro 2020 e Turismo de Portugal. Completam a rede de parceiros iniciais a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, o Instituto de Telecomunicações da Universidade de Aveiro e a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto.

A Universidade nas Aldeias - trazer o laboratório para fora da sala de aula

Project@X- “Viagem à Luz das Estrelas” começa, no dia 21 de maio, com uma residência na aldeia de Fajão, no concelho da Pampilhosa da Serra, onde serão lançadas as bases para o desenvolvimento de conceitos de design com os alunos da Licenciatura em Design do DeCA-UA – Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.

A imersão no contexto dos lugares, a relação próxima com a natureza e com as pessoas é a bússola para revitalizar o território a partir da sua singularidade cultural. O Project@X traz o laboratório para fora da sala de aula e junta pensamento, pedagogia, cultura e metodologia projetual do design ao desenvolvimento estratégico do projeto Dark Sky Aldeias do Xisto, para estimular em conjunto a preservação do céu noturno e a atividade turística.

Para Rui Simão, diretor executivo da ADXTUR, “este projeto materializa a cultura de intervenção das Aldeias do Xisto que, desde sempre, procura transformar debilidades em oportunidades, convocando o conhecimento para interagir com os recursos locais, projetar novos caminhos e mobilizar os parceiros e a sociedade para os aproveitar.”

Dark Sky Aldeias do Xisto – À Luz das Estrelas

O território das Aldeias do Xisto viu reconhecida a qualidade do seu céu pela Fundação Starlight, atribuindo-lhe a certificação Starlight Tourism Destination. A par das excelentes condições de visibilidade, transparência e escuridão do céu, esta certificação atesta também o compromisso entre as entidades públicas, privadas e científicas, bem como a prontidão e a qualidade dos serviços turísticos, amplificada pelo genuíno interesse da comunidade residente. Esta súmula de fatores conforma um novo caminho para relação deste território com o céu, que extravasa a mera observação para se assumir como uma aposta estratégica que concilia o desenvolvimento turístico, a integração com o Sistema Científico e Tecnológico, a sustentabilidade social e ambiental, a capacitação das pessoas e o estímulo à economia.

Ao longo deste ano de 2021, principalmente nos meses de verão, este intenso programa irá cruzar-se com uma diversificada oferta artística, cultural e de lazer, ancorada no Calendário de Animação das Aldeias do Xisto.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.