Lousada vai deixar de cortar a “relva” e assumir a vegetação espontânea nos espaços verdes que foram devidamente assinalados com placas.



A vegetação silvestre espontânea, muitas vezes considerada desagradável à vista ou “inútil”, é fundamental para a vida selvagem, nomeadamente para os insetos polinizadores (como as abelhas), dos quais depende toda a vida na Terra.

Devido à pressão das atividades humanas e à consequente perda de habitat selvagem, os insetos polinizadores atravessam um período de acentuado declínio, com consequências severas na agricultura e saúde global.

Como contributo para a salvaguarda dos insetos polinizadores, o Município de Lousada vai deixar de cortar a “relva” e assumir a vegetação espontânea nos espaços verdes que foram devidamente assinalados com placas identificadoras.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.