Decathlon dá uma segunda vida ao equipamento desportivo

Decathlon dá uma segunda vida ao equipamento desportivo

6 de Janeiro, 2021 0

artigos desportivos

Em setembro de 2020, a Decathlon lançou a Segunda Vida para os seus artigos devolvidos, danificados ou de exposição, reparando-os e colocando à venda com preço de oportunidade e de forma permanente. Estes artigos podem ser encontrados nas zonas de Segunda Vida em qualquer loja. Desde setembro foram recuperados mais de 1500 artigos. Com este projeto a Decathlon pretende recuperar, recondicionar e encontrar um novo utilizador para produtos que, apesar de não estarem novos, continuam com toda a sua utilidade.

Desta forma evitam o desperdício, reduzem o seu impacto ambiental e tornam os benefícios da prática desportiva mais acessíveis.

Mais do que dar várias vidas a um produto é garantir a sua longa vida. E aqui o serviço pós-venda da Decathlon, para além de aconselhar e acompanhar, repara artigos adquiridos pelos clientes. Este ano, já foram reparados mais de 9000 produtos.

Têm também um serviço de aluguer em que os clientes podem experimentar, por enquanto, 10 desportos sem que tenham de comprar o material no fim da sua utilização, permitindo descobrir novas práticas desportivas. Nos últimos meses mais de 1300 clientes já usufruíram deste serviço.

O serviço Trocathlon dá uma segunda vida aos artigos desportivos usados dos seus clientes. Em 2020, o Trocathlon permitiu a cerca de 1000 clientes poderem vender os seus produtos desportivos usados e, com a sua venda, os clientes tiveram a possibilidade de comprar material desportivo novo para a sua prática desportiva ou iniciar um novo desporto.

Para além destas iniciativas, a Decathlon comprometeu-se a criar produtos usando uma abordagem de ecodesign, contando com mais de 400 produtos ecodesenhados, que utilizam soluções como o algodão orgânico, cultivado sem produtos químicos e o poliéster reciclado. São exemplos destes, as t-shirts de corrida e camisolas de caminhada com poliéster reciclado, produzido a partir de garrafas de plástico e as calças de yoga com algodão proveniente de agricultura biológica e sem organismos geneticamente modificados.

Comentários
Deixe uma resposta

Your email address will not be published.