Ao todo, Portugal recebeu 1.684 toneladas destes resíduos, em 2019, sendo que em 2018 tinha recebido 496 toneladas.

Lixo

Em 2019, mais do que triplicaram os resíduos com amianto (substância que pode causar cancro) que foram enviados para Portugal para serem depositados em aterro, segundo um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Estes resíduos provenientes de obras de construção e demolição vieram de quatro países: Grécia, Malta, Nigéria e Oman.

Ao todo, Portugal recebeu 1.684 toneladas destes resíduos, em 2019, sendo que em 2018 tinha recebido 496 toneladas. Menos de 1% dos resíduos com amianto foram encaminhados para aterros de resíduos perigosos e 99% para aterros de resíduos industriais não perigosos.

O aumento abrupto da importação de lixo com amianto para Portugal, em 2019, deve-se à oferta ser barata em comparação com outros países para quem pretende depositar resíduos em aterros.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.