Paris inaugurou a maior horta urbana do mundo, sobre os telhados do Parque de Exposições de Versalhes, no sul da capital.

Horta

Paris inaugurou a maior horta urbana do mundo, sobre os telhados do Parque de Exposições de Versalhes, no sul da capital. A Nature Urbaine vai ocupar um total de 14 mil metros quadrados.

Utiliza a aquaponia e aeroponia que não necessitam de terra, tornando a estrutura mais leve e mais adequada para um telhado.

Na Nature Urbaine, as plantas crescem em colunas verticais de PVC e bambu. Por enquanto, já estão plantados quatro mil metros quadrados com 20 espécies diferentes que são regadas e adubadas automaticamente sem o uso de pesticidas, sendo que 90% da água utilizada é reciclada.

“Aqui nesta coluna, por exemplo, vemos acelgas a crescer, mas também temos flores, como as capuchinhas, que colocamos para atrair polinizadores”, conta Sophie Hardy, coordenadora da iniciativa. “Uma coisa que nos surpreendeu quando chegamos é que não havia nenhum inseto. Nada. Ficamos até um pouco preocupados, no início. Percebemos que, alguns meses depois de nos instalarmos aqui, que já temos abelhas, joaninhas, borboletas.”

“Temos computadores que gerem tudo. Recebemos alertas pelo telefone quando há algum problema. Tudo é eletrónico”, informa Kahlia Gauthier, técnica agrónoma. “Ganhamos muito tempo ao não trabalhar diretamente a terra. Não temos ervas daninhas, por exemplo.”

Uma parte do telhado conta também com jardins partilhados que são alugados a chefs, hotéis e a moradores da zona, que podem plantar e participar em cursos de agricultura.

As frutas e legumes são consumidos no recém inaugurado bar e restaurante Le Perchoir e o restante é vendido em mercados de bairro.

“Os legumes não estão poluídos. A poluição entra nas plantas pelas raízes, e no nosso caso, as raízes ficam protegidas dentro das colunas”, explica a coordenadora. “Além disso, estamos num telhado a 15 metros de altura. Os metais pesados não chegam a esta altura. Quanto às partículas finas expelidas pelos carros, basta lavar as frutas e legumes normalmente para os podermos consumir.”

O objetivo é que, em dois anos, todo o telhado do pavilhão 6 do Parque de Exposições esteja ocupado com hortas.


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.