A Cidade conta com 12 km de ciclovias, com espaços dedicados e partilhados, a que se junta o sistema de bicicletas urbanas Agostinhas, que dispõe de 19 bikestations ativas e soma cerca de 844 utilizadores.

Ciclovia

A rede de ciclovias urbanas de Torres Vedras foi inaugurada no dia 10 de junho numa cerimónia que decorreu junto ao monumento de homenagem à figura maior do ciclismo nacional, Joaquim Agostinho. Esta rede foi pensada para deslocações pendulares, procurando conciliar as condições de segurança para os ciclistas com a ligação aos principais polos geradores de viagens.

A cerimónia contou com a presença do presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, do presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria, São Pedro e Matacães, Francisco Martins, do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, e do secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo.

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo apontou Torres Vedras como sendo uma cidade amiga do ciclismo, não só pela longa tradição associada à modalidade, mas também pelos projetos que a Câmara Municipal de Torres Vedras tem vindo a desenvolver, nomeadamente o sistema de bicicletas urbanas Agostinhas e, agora, o alargamento da rede de ciclovias.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras referiu que neste momento a Cidade conta com 12 km de ciclovias, com espaços dedicados e partilhados, a que se junta o sistema de bicicletas urbanas Agostinhas, que dispõe de 19 bikestations ativas e soma cerca de 844 utilizadores.

A implementação do alargamento da rede de ciclovias da Cidade visa contribuir para uma maior utilização da bicicleta nos modos de deslocação da população e para uma cidade mais segura e sustentável.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.