A Mealhada vai distribuir ecopontos domésticos por quatro mil alojamentos do concelho para recolha separada de vidro, papel/papelão e plástico/embalagens.

Ecopontos

A Câmara da Mealhada vai distribuir ecopontos domésticos por quatro mil alojamentos do concelho para recolha separada de vidro, papel/papelão e plástico/embalagens.

O objetivo da medida é “aumentar a quantidade de material reciclado recolhido, contribuindo para a economia circular, melhorando o desempenho ambiental do Município, e reduzir os resíduos indiferenciados e consequentemente os custos com o seu tratamento”.

O projeto inclui ainda a aquisição de viatura para recolha seletiva de resíduos nos quatro mil alojamentos do concelho, bem como a implementação de uma solução integrada para gestão dos resíduos na rede de ecopontos do concelho da Mealhada, que implica a colocação de sensores de leitura volumétrica a instalar em 390 contentores (130 ecopontos) e a respetiva plataforma de gestão online.

Outra das componentes do projeto é a implementação de projeto-piloto de PAYT (pay-as-you-throw), servindo alguns alojamentos em três freguesias do concelho da Mealhada. Trata-se de um sistema inovador, que contempla o fornecimento e aplicação de tampas em contentores de resíduos urbanos, para implementação de sistema de controlo de acessos (aquisição de 150 tampas em fibra de vidro), e que serão dotados de um sensor que mede o volume dos resíduos de cada utilizador, identificado por um cartão magnético. O objetivo será, no futuro, adequar as taxas de resíduos, atualmente afetas ao consumo de água, ao volume de resíduos produzido por utilizador. Este sistema, que implica a aquisição 150 contentores com 800 litros de capacidade, será iniciado nos núcleos urbanos de Mealhada, Pampilhosa e Luso.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.