Desde o início do ano letivo (2019/2020) que na UBI as refeições individuais são servidas em embalagens de plástico, tanto a sopa, como o prato principal e a sobremesa.

Cuvetes de plástico

Eu sou uma aluna na Universidade da Beira Interior (UBI), estou no 2° ano da FAL e vim falar sobre um ponto que me chamou a atenção.

Numa altura em que se fala tanto na poluição de plástico nos oceanos e que para corrigir isso devemos diminuir o consumo diário do mesmo, fiquei chocada quando cheguei à Universidade da Beira Interior no início deste ano letivo (2019/2020) e me deparei com a nova forma de servir as refeições individuais que, ao invés de ser em pratos, como foi no ano passado, decidiram servi-las em embalagens de plástico, tanto a sopa, como o prato principal e a sobremesa.

Neste ponto de mudança é de salientar que as refeições já se encontram nas referidas embalagens desde logo de manhã e que estão permanentemente em aquecimento até à hora de almoço.

Venho desta forma mostrar o meu desagrado e o dos meus colegas e pedir que façam alguma coisa para evitar "afundar" ainda mais o nosso planeta pois estas pequenas coisas fazem a diferença.

Apesar do ponto negativo referido anteriormente, é de destacar a substituição de palhinhas de plástico por palhinhas de papel, e ainda as colheres de café e respetivas embalagens, cujo material, de madeira e papel, é menos agressivo para o meio ambiente.

*Artigo escrito por uma das alunas da Universidade da Beira Interior (UBI)

Cuvetes de plástico

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.