A Tunísia vai proibir os supermercados e farmácias do país de oferecerem sacos plásticos de uso único.

saco

Os supermercados e farmácias da Tunísia começarão a deixar de distribuir gratuitamente sacos de plástico de uso único no dia 1 de março, segundo anunciou o governo do país. O plano é proibir completamente estes itens até janeiro de 2021.

Os sacos reutilizáveis – com uma espessura de 40 micrómetros e uma capacidade de mais de 30 litros – continuarão em circulação.

“Tornámo-nos dependentes do plástico de uso único ou descartável – com graves consequências para o ambiente”, disse Wassim Chaabane, fundador da Association Tuniso-Méditerranéenne de l’Environnement.

Os sacos de plástico descartados, que podem demorar centenas de anos a deteriorar-se, tornaram-se uma visão comum nas paisagens tunisinas, poluindo o campo e afetando os ecossistemas terrestres e marinhos do país.

Os pequenos fragmentos de plástico resultantes da sua degradação também contaminam o solo e os cursos de água, para além de poderem ser ingeridos por peixes, aves e outros animais.

A Tunísia já tinha tentado proibir os sacos plásticos em 2016, mas a tentativa falhou devido à oposição da indústria.
Foto: Chris JL/Flickr

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.