A luffa ou bucha é uma boa alternativa às esponjas sintéticas e pode plantá-la no seu quintal.

Luffa

Em vez de utilizar uma esponja de plástico para o banho ou para lavar a louça, cultive a sua própria esponja vegetal.

Este é o conselho do National Trust, uma fundação que cuida dos lugares de interesse histórico e de beleza natural no Reino Unido.

A planta Luffa cylindrica, conhecida como luffa ou bucha, é uma trepadeira da família do pepino e das abóboras, e o seu fruto, depois de seco, é utilizado no fabrico de produtos de banho e limpeza.

A luffa é fácil de cultivar, conta o National Trust. “É preciso algum tipo de estrutura de suporte para ela, mas isso será o que de mais complicado haverá envolvido. Cultivam-se como as courgettes”, disse Bev Todd, da fundação. “Muitas pessoas pensam que a lufa é uma esponja do mar, mas trata-se, de facto, do fruto da Luffa cylindrica.”

Entre as vantagens da esponja vegetal, salienta-se o facto de ser natural e biodegradável, ao contrário das esponjas sintéticas.


Para a produção das esponjas, deixam-se os frutos pendurados na planta e colhem-se quando a pele estiver acastanhada. Depois, remove-se a casca, revelando o interior fibroso do fruto. O fruto descascado é lavado, são-lhe removidas as sementes e é deixado a secar. | Foto: Kevin Yank/Flickr

O National Trust está a cultivar estas plantas na propriedade de Knightshayes, tendo realizado, recentemente, a sua primeira colheita.

Os 30 frutos foram cortados, formando cerca de 50 esponjas, que estão a ser usadas pelos funcionários e voluntários para lavar a louça. As esponjas que vierem a sobrar serão vendidas na loja da fundação.

“Esperamos que o que estamos a fazer em Knightshayes inspire outras pessoas a pensarem em formas criativas e simples de reduzir o impacto quotidiano que temos no ambiente”, afirmou Bev Todd.
1ª foto: National Trust




Subscrever a Newsletter

6 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.