Eram vendidos como “ovos provenientes de galinhas criadas ao ar livre”, mas na realidade eram de galinhas criadas “em gaiolas melhoradas”.

Ovos apreendidos

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 49.680 ovos por irregularidades na rotulagem uma vez que apresentavam na rotulagem a indicação de serem “ovos provenientes de galinhas criadas ao ar livre”, quando, através da rastreabilidade verificaram que o Modo de Criação dos mesmos tinha sido: “ovos provenientes de galinhas criadas em gaiolas melhoradas”.

Foi ainda constatada a alteração da data de postura para aumento do período referente à sua data de durabilidade dos ovos tendo sido instaurado um processo-crime, por fraude sobre mercadorias, em concurso com a infração de natureza contraordenacional de concorrência desleal. Após perícia foi considerado que o produto apresentava qualidade, frescura e valor inferior ao que se encontrava marcado no ovo, não podendo entrar no circuito comercial para consumo.

A operação de fiscalização decorreu num Centro de Embalamento e de Classificação de Ovos, no concelho de Pombal.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.