O Japão vai introduzir uma taxa sobre os sacos de plástico para reduzir o consumo de produtos de plástico de uso único.

Sacos de plástico

As mercearias e supermercados japoneses terão de cobrar pelos sacos de plástico colocados à disposição dos seus clientes, a partir do dia 1 de julho de 2020, umas semanas antes do início dos Jogos Olímpicos, que decorrerão em Tóquio.

O governo explicou que tentará “incutir nos consumidores o hábito de levar os seus próprios sacos”.

Com esta medida, o Japão, criticado por muitos pela lentidão das suas medidas para reduzir o consumo de plástico, junta-se a um número crescente de países que já adotaram medidas semelhantes.

Todos os anos, mais de oito milhões de toneladas de lixo plástico vão parar aos oceanos, colocando em risco a fauna marinha.

Segundo a ONU, o Japão produz mais resíduos de embalagens de plástico per capita do que qualquer outra nação, com exceção dos Estados Unidos.

De acordo com o governo japonês, 86% do lixo plástico gerado no país é reciclado. Contudo muita desta “reciclagem” envolve simplesmente a incineração do plástico, muitas vezes para produzir energia, conta a agência de notícias AFP.
Foto: Jonelle Kimbrough/U.S. Army Reserve


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.