Singapura vai proibir os anúncios publicitários a bebidas com elevado teor de açúcar.

Copo com açúcar

O Ministério da Saúde de Singapura anunciou que a cidade-estado vai proibir os anúncios publicitários a bebidas com elevado teor de açúcar, incluindo refrigerantes, sumos, iogurtes líquidos e café instantâneo.

As bebidas com teor médio a elevado de açúcar também serão obrigadas a exibir no rótulo avisos relativos aos seus riscos para a saúde.

Estas medidas – cujos detalhes serão divulgados no próximo ano – inserem-se numa estratégia do Governo para reduzir o consumo de açúcar em Singapura, que tem uma das taxas de diabetes mais elevadas do mundo.

Uma pesquisa realizada no ano passado revelou que mais de metade das 12 colheres de açúcar consumidas diariamente pelos singapurenses provém destas bebidas.

“Vamos proibir a publicidade às bebidas açucaradas menos saudáveis em todas as plataformas mediáticas locais, incluindo radiodifusão, imprensa e online”, disse o ministério num comunicado.

Com estas mudanças, as autoridades esperam encorajar os consumidores a fazerem escolhas mais informadas e levar os fabricantes a reduzir o teor de açúcar nas bebidas, explicou o ministro Edwin Tong.

O Ministério da Saúde afirmou ainda que a introdução de um imposto sobre as bebidas açucaradas ou até mesmo a proibição total da sua venda são propostas que continuam em cima da mesa, acrescentando que vai continuar a reunir a opinião dos consumidores, fabricantes de bebidas e da indústria de publicidade sobre estas medidas nos próximos meses.
Foto: Nathanel Callon/Flickr

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.