Na Califórnia, os hotéis vão deixar de poder oferecer pequenas embalagens de plástico com champô ou gel de duche aos seus hóspedes.

Embalagens de champô

Os hotéis da Califórnia vão deixar de poder oferecer aos seus hóspedes produtos cosméticos – como champô, gel de duche ou condicionador – em pequenas embalagens de plástico.

A nova lei, assinada pelo governador Gavin Newsom no princípio de outubro, proíbe os estabelecimentos de alojamento com mais de 50 quartos de utilizar estes produtos a partir de 2023. Os hotéis com menos de 50 quartos terão mais um ano para se adaptar à lei.

O objetivo é reduzir o número de resíduos plásticos produzidos pelos hotéis e pelos hóspedes e, desta forma, prevenir que este lixo acabe na natureza.

“Os produtos descartáveis, como as garrafinhas de plástico disponibilizadas nos quartos dos hotéis, representam uma quantidade considerável de lixo que pode ser facilmente eliminada através de alternativas mais económicas e sustentáveis”, disse o deputado Ash Kalra.

Quem não cumprir a lei arrisca-se a ser alvo de multas que podem chegar a 2000 dólares (1800€).

“Pequenas ações diárias, como a eliminação das garrafinhas de plástico, terão um impacto positivo no nosso ambiente”, disse o senador Todd Kaminsky, que está a tentar levar esta proibição para o estado de Nova Iorque.

“Com a proibição dos cosméticos em embalagens descartáveis de plástico, estamos a proteger o nosso ambiente e a reduzir os resíduos de plástico e a poluição dos cursos de água.”

Entretanto, já há cadeias hoteleiras a anunciar a intenção de eliminar ou substituir as pequenas embalagens de cosméticos por dispensadores recarregáveis presos à parede do chuveiro, entre as quais se contam a Marriott International e a InterContinental Hotels Group (IHG), proprietária de marcas como a Holiday Inn e a Crowne Plaza.
Foto: GoldenerBerg/Flickr


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.