A partir de janeiro de 2020, a Universidade de Coimbra vai deixar de servir carne de vaca nas cantinas.

Universidade de Coimbra

A partir de janeiro de 2020, a Universidade de Coimbra vai deixar de servir carne de vaca nas cantinas. A carne de vaca será substituída "por outros nutrientes que irão ser estudados, mas que será também uma forma de diminuir aquela que é a fonte de maior produção de CO2 que existe ao nível da produção de carne animal".

O objetivo é tornar a Universidade de Coimbra na "primeira universidade portuguesa neutra em carbono até 2030", explica o reitor, Amílcar Falcão. Por ano, cerca de 20 toneladas de carne de vaca são consumidas nas 14 cantinas universitárias da UC.

A nível da sustentabilidade, uma outra medida será oferecer um kit de boas-vindas para os novos estudantes que não conterá plástico mas sim materiais recicláveis.

Segundo o reitor, estão também a ser estudadas "alternativas ao acesso aos polos da universidade", para reduzir a poluição automóvel circundante.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.