O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) deixou, esta semana, de vender garrafas de água de plástico de 33 centilitros no campus.

Garrafas de plástico

O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) deixou, esta semana, de vender garrafas de água de plástico de 33 centilitros no campus.

O objetivo desta ação é “combater e evitar o consumo de plástico” no campus, explicou Roque Brandão, vice-presidente do ISEP. Para tal a associação de estudantes do instituto já assegurou a instalação de “dispensadores” que se juntarão aos diversos bebedouros que estão espalhados pelo campus.

Por ano, eram distribuídas cerca de 120 mil garrafas nos almoços e jantares nas instalações. A este número acrescia as cerca de 50 mil garrafas que eram compradas por ano.

Um dos próximos passos do ISEP para evitar o plástico passará pela substituição das garrafas de plástico utilizadas em congressos, palestras e eventos por garrafas de vidro e pela venda de garrafas de plástico reutilizáveis aos alunos.

Estas medidas surgem no âmbito da campanha “Agir Local, Pensar Global”, uma iniciativa desenvolvida desde fevereiro em parceria com a LIPOR (serviço intermunicipalizado de gestão de resíduos do Porto) que pretende “otimizar a separação dos resíduos” e contribuir para a adoção de práticas sustentáveis e amigas do ambiente.

A instituição adiantou que irá receber a certificação 'Coração Verde' da LIPOR.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.