Depois de um vídeo ter revelado a realidade dos gansos criados para a produção de foie gras na Ucrânia, o último produtor de foie gras do país vai fechar portas.

Ganso

A última unidade de produção de foie gras da Ucrânia vai fechar portas.

A MHP, uma empresa ucraniana produtora de aves, anunciou que vai “abandonar a produção de carne de ganso e de foie gras na sua exploração avícola de Snyatynska até ao início de setembro de 2019”.

Em abril, um vídeo filmado na Ucrânia com uma câmara secreta e divulgado pela organização Open Cages chocou o público e levou vários restaurantes a decidir remover o foie gras dos seus menus.

O vídeo em questão mostra as “aves a serem atiradas violentamente de uma carrinha para as gaiolas, tubos de alimentação de metal lubrificados com óleo de motor enfiados pela goela abaixo dos gansos para os encher de comida, e aves feridas e mortas empilhadas, deixadas a agonizar ou a apodrecer”, conta a Open Cages.

“[O foie gras é] produzido através da alimentação forçada [de gansos e patos, e] os animais sofrem imenso com órgãos perfurados, traumatismos esofágicos, ossos partidos e doenças que surgem na sequência de lhes ser violentamente inserido um cano de metal nas gargantas (três vezes por dia) com o único objetivo de engordar o fígado destes animais até que fique com dez vezes o seu tamanho normal e saudável”, disse Matthew Dominguez, da organização Voters for Animal Rights.

“Alimentar animais à força para que os seus fígados fiquem 10 vezes maiores do que o normal é simplesmente uma barbaridade, e a designação de ‘produto de luxo’ do patê chega a ser risível”, disse Connor Jackson, diretor executivo da Open Cages.

Nos últimos anos, a Califórnia e diversos países europeus – incluindo a República Checa, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Itália, Luxemburgo, Noruega, Polónia, Turquia e Reino Unido – proibiram a produção de foie gras.

(ATENÇÃO: As imagens do vídeo que se segue podem chocar os leitores mais sensíveis.)


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.