As lojas, restaurantes e máquinas de venda automática do Aeroporto de São Francisco vão deixar de vender garrafas de água de plástico.



A partir do dia 20 de agosto, as lojas, restaurantes e máquinas de venda automática do Aeroporto Internacional de São Francisco (SFO), nos Estados Unidos, deixarão de poder vender garrafas de água de plástico.

Depois desta data, os passageiros só poderão adquirir água engarrafada em vidro, alumínio reciclado ou em materiais certificados como compostáveis.

A medida faz parte do plano estratégico do aeroporto para reduzir a zero a quantidade de resíduos enviados para o aterro até 2021.

“Tanto quanto sabemos, somos o primeiro aeroporto a pôr em prática esta mudança”, disse Doug Yakel, assessor de comunicação social do SFO. “Estamos na vanguarda da indústria e queremos levar mais longe os limites das iniciativas de sustentabilidade.”

Antes do anúncio da proibição, o aeroporto criou 100 “estações de hidratação”, onde os passageiros podem reencher as suas garrafas de água.

Outras medidas implementadas recentemente pelo SFO incluem restrições ao uso de acessórios alimentares descartáveis, como guardanapos, pauzinhos, copos de café e palhinhas (canudos no Brasil).

O aeroporto também está a proibir os artigos com rótulos de sustentabilidade não comprovados. Antes de serem vendidos, os itens têm de ser aprovados pelo Instituto dos Plásticos Biodegradáveis.

Apenas 9% do plástico enviado pelos norte-americanos para as unidades de reciclagem é efetivamente reciclado. A maioria dos plásticos baratos, como as garrafas, vai parar aos aterros e incineradoras ou é enviada para outros países a fim de ser processada.

Vários destes países, incluindo o Camboja e as Filipinas, estão a rejeitar esta posição de “lixeira das nações mais ricas” e a enviar o lixo de volta para os países de origem.

Todos os anos, pelo menos oito milhões de toneladas de plásticos acabam nos oceanos. Cerca de 70% desta poluição é constituída por artigos de uso único.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.