A Áustria tornou-se assim no primeiro país da União Europeia a banir este herbicida.

Glifosato

O parlamento austríaco aprovou, no dia 2 de julho, a total interdição do glifosato no país.
A Áustria torna-se assim no primeiro país da União Europeia a banir este herbicida.

A maioria dos deputados votou favoravelmente à proposta feita pelo partido social-democrata SPÖ, sendo apoiada mesmo pelo partido da extrema-direita FPÖ.

Em 2015, um estudo da Agência Internacional para a Investigação do Cancro (IARC) da Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou o glifosato como um “carcinogénio provável”.

A licença de utilização de glifosato na UE foi renovada em 2017 e foi prolongada até 15 de dezembro de 2022.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.