Para combater a poluição por plástico nos oceanos, o Canadá anunciou que vai proibir os plásticos de uso único.

Plástico na praia

O Canadá vai proibir os plásticos de uso único em 2021, anunciou o primeiro-ministro Justin Trudeau.

A lista dos artigos a serem proibidos – que deverá incluir sacos, talheres e palhinhas (canudos, no Brasil) de plástico, entre outros – será revelada após uma avaliação científica.

Trudeau defendeu que o Canadá, sendo o país com a maior extensão costeira do mundo, tem uma oportunidade única de liderar o combate à poluição por plástico.

“Para ser sincero, como pai, é difícil tentar explicar isto aos meus filhos. Como é que se explicam as baleias que dão à costa, mortas, em todo o mundo, com os estômagos repletos de sacos de plástico?”, disse o primeiro-ministro, acrescentando que “não é fácil” encontrar um espaço na areia da praia que esteja livre de resíduos, como palhinhas ou garrafas.

Menos de 10% do plástico usado no Canadá é reciclado. O governo canadiano salientou que um milhão de aves e mais de 100 mil mamíferos marinhos são feridos ou morrem no mundo, todos os anos, por confundirem o plástico com comida ou por ficarem presos nele.

Justin Trudeau afirmou que o seu executivo se inspirou no modelo da União Europeia, que já aprovou a proibição de determinados produtos de plástico de utilização única.

A medida da UE terá sido impulsionada pela decisão da China de proibir a importação de vários tipos de resíduos sólidos em 2018, o que fez com que outros países do sudeste asiático passassem a ser o novo destino para este lixo.

Entre estes países estão as Filipinas, que se queixaram de estarem a ser tratadas como a lixeira das nações mais ricas, e enviaram de volta para o Canadá, em maio, 69 contentores daquilo que as autoridades classificaram como lixo ilegalmente transportado.

A Greenpeace aplaudiu o anúncio do governo de Trudeau, mas apelou a uma actuação rápida para que o mesmo não se torne “uma promessa eleitoral descartável” como os plásticos.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.