Um caranguejo-eremita adotou a cabeça de uma boneca de plástico como carapaça numa ilha remota do Oceano Pacífico.

Caranguejo-eremita usa cabeça de boneca como carapaça

Durante uma visita à Ilha Wake, um atol no Oceano Pacífico, Joseph Cronk fez uma descoberta insólita.

Enquanto caminhava pela praia e recolhia o lixo que ia encontrando, Joseph deparou-se com a cabeça de uma boneca de plástico a mover-se na areia.

Um olhar mais atento mostrou que o objeto estava a ser movido por um caranguejo-eremita, que o tinha adotado como a sua nova “casa”.

Joseph decidiu filmar a cena para mostrar a dimensão da poluição por plástico. Estima-se que, todos os anos, oito milhões de toneladas de plásticos entrem nos oceanos.

“Tenho visto muitos destes caranguejos a utilizar várias coisas como carapaça. As caixinhas para o rolo fotográfico e as latas de refrigerantes são bastante comuns”, disse.

Super rare baby doll head crab just taking a stroll on the beach......

Publicado por Joseph Cronk em Sexta-feira, 10 de maio de 2019


As praias da Ilha Wake, como as de muitas outras ilhas remotas, são frequentemente invadidas pelos resíduos plásticos e outros detritos marinhos transportados pelas correntes oceânicas.

Joseph tinha visitado a ilha em dezembro do ano passado, altura em que participou na limpeza de uma praia.

Quando regressou, em maio, a praia estava de novo coberta de lixo. “Tinham dado à costa mais plásticos”, explicou. “Queria fazer algo, por isso decidi recolher algum do plástico de forma a mostrar às pessoas, em primeira mão, o que estava a ver lá. Era esse o meu objetivo, sensibilizar [o público para este problema].”

Joseph espera que o seu vídeo, que já conta com mais de 20 milhões de visualizações, inspire as pessoas a unir esforços para combater esta poluição.

Subscrever a Newsletter

1 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. UniPlanet- Um Mega espaço, em defesa do eco sistema .
    Precisamos compartilhar, e tentar atingir um alto Nivel de divulgações, Para turbinal a multiplicação de alertas dos perigos que podem destruir a nossa mãe Natureza .

    Mestry Badahra

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.