A Eslovénia vai reintroduzir 10 linces nas suas florestas para evitar a extinção da espécie no país.

Linces

O lince Goru, acabado de chegar à Eslovénia, é o primeiro de dez que serão libertados no país até 2024, vindos da Roménia e da Eslováquia, para evitar a extinção local destes felinos.

Goru passará cerca de três semanas em quarentena para se adaptar ao novo ambiente. Findo esse tempo, será libertado nas florestas do país, que cobrem cerca de 60% do seu território.

Os linces ficaram extintos na Eslovénia há cerca de 100 anos, mas seis exemplares foram reintroduzidos no país em 1974. A partir daí, os seus números cresceram até 2000, quando começaram a cair devido a defeitos genéticos causados pela consanguinidade.

Atualmente só existem entre 10 e 20 destes predadores em estado selvagem no país.

A Croácia também se prepara para receber quatro linces de forma a assegurar o futuro da espécie no país. Estas reintroduções fazem parte do LIFE Lynx, um projeto de sete milhões de euros, maioritariamente financiado pela União Europeia.

“A população de linces na Eslovénia e na Croácia está muito reduzida e isolada”, explicou a equipa eslovena do projeto. “Os animais são na maioria consanguíneos e é por isso que estão em perigo de extinção.”
Foto: Anton Zelenov

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.