A Guinness vai substituir as embalagens de plástico por umas de materiais biodegradáveis em 2020.

Cerveja da Guinness

A gigante de bebidas Diageo anunciou que vai remover os anéis de plástico e a película retráctil dos packs de cervejas das suas marcas Guinness, Harp, Rockshore e Smithwick’s, substituindo-os por embalagens recicláveis e biodegradáveis de cartão de origem sustentável.

Estas mudanças chegarão às prateleiras dos supermercados irlandeses em agosto e serão introduzidas no resto do mundo a partir do Verão de 2020.

“Temos trabalhado de forma incansável para tornar as nossas embalagens mais amigas do ambiente e estou muito feliz com este desenlace para a Guinness e para as nossas outras marcas de cerveja”, disse David Cutter, diretor de sustentabilidade da Diageo. Para este projeto, a empresa está a investir 16 milhões de libras esterlinas.

Os anéis de plástico são usados para juntar as latas das bebidas há mais de 50 anos, mas foram identificados, no final da década de 70, como uma forma particularmente perigosa de lixo marinho para a fauna selvagem, que pode ficar presa neles e asfixiar.

Todos os anos, pelo menos oito milhões de toneladas de plástico são despejados nos oceanos. As estimativas apontam para que a quantidade de plástico no mar possa triplicar no espaço de uma década.

No ano passado, a Carlsberg anunciou planos para reduzir o seu uso de plástico, incluindo a substituição dos anéis deste material por cola reciclável. A marca de cerveja Corona também está a testar uns anéis feitos de fibras biodegradáveis de origem vegetal.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.