Um jardim zoológico de Gaza removeu as garras a uma leoa de 14 meses de forma a permitir que as crianças pudessem brincar com ela.

Leoa

Um jardim zoológico de Gaza removeu as garras a uma leoa de 14 meses de forma a permitir que as crianças pudessem brincar com ela.
As garras da leoa foram retiradas com uma tesoura enquanto o animal estava sob efeito de tranquilizantes.

“Tendo em conta que a amputação não foi feita num meio controlado e higiénico, o risco de infeção é muito elevado”, afirmou um dos responsáveis da associação Four Paws.

O veterinário do jardim zoológico disse que com este procedimento o estabelecimento apenas "quer trazer sorrisos às crianças". "Queremos aumentar a felicidade das crianças enquanto aumentamos o número de visitantes do parque", explicou.




Subscrever a Newsletter

1 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.