A Palhinha é uma marca portuguesa de palhinhas feitas de massa, que são uma alternativa às de plástico.

Palhinhas de massa

A Palhinha é uma marca portuguesa de palhinhas feitas de massa, que são uma alternativa às de plástico.

O UniPlanet falou com os criadores da Palhinha, que nos apresentaram este projeto.


UniPlanet (UP): Como nasceu a marca Palhinha? Porque escolheram a massa comestível como material para as vossas palhas?

A ideia de arranjar uma alternativa às palhinhas de plástico nasce há cerca de 5 anos, quando numa conversa a minha mulher diz que se devia utilizar um produto não prejudicial ao ambiente para substituir as mesmas. Ainda não havia esta preocupação tão generalizada do problema do plástico, mas comecei a "olhar" para o produto.

Depois de avaliar o mercado, perceber quem são os verdadeiros consumidores, os reais problemas das palhinhas de plástico, que alternativas é que existiam, acabei por identificar a palhinha de massa como o produto que responde melhor à questão ambiental, à questão de custo e à questão de qualidade.

Ou seja, a palhinha de massa como produto foi escolhida por ser o produto que apresenta a melhor relação para o consumidor final (não deixa nem tem sabor, dura mais de 1 hora na bebida); que apresenta a melhor relação para os grandes consumidores deste tipo de produto, ou seja, os cafés, restaurantes e hotéis (porque para além de deixar os seus clientes satisfeitos, tem um custo perfeitamente aceitável para os mesmos) e que apresenta a melhore relação para o ambiente (é um produto biodegradável, que ao fim de 3 ou 4 dias se decompõe naturalmente, ou então que pode ser comido).



Palhinhas de massa


UP: Que razões dariam às pessoas para deixarem de usar palhinhas de plástico?

Nós arrancámos com uma resposta para as palhinhas de plástico, mas temos a ambição de ir mais longe. Como tal, aquilo que dizemos às pessoas não se centra apenas neste produto, mas sim no plástico em geral.

Ao contrário do que muito se escreve nas redes sociais, o problema não é o plástico. O problema está em cada um de nós na forma como utilizamos o plástico. Está na consciência de cada um alterar hábitos, recusar produtos de plástico sempre que possível, reutilizar produtos (de plástico ou não) sempre que possível vezes e vezes sem conta e, no fim de vida destes produtos, termos o cuidado de os colocar no sitio certo para serem reciclados e poderem entrar novamente na cadeia produtiva.

Deixar de usar uma palhinha de plástico é algo que temos todos que deixar de fazer porque é de nossa responsabilidade perceber que é um produto que sai muito facilmente do circuito de reciclagem e não podemos desculpar-nos com esse facto.



UP: Onde podemos encontrar a Palhinha à venda?

O principal ponto de venda da Palhinha é no nosso website, mas já se consegue comprar em algumas mercearias (para consumidor final) e em alguns distribuidores (para cliente empresarial).



Subscrever a Newsletter

1 comentários. Diz-nos o que pensas

  1. A ideia da palhinha de massa é interessante, mas francamente estar a usar água e trigo para produzir um objeto, maioria das vezes inútil é absurdo. Honestamente não me lembro da última vez que usei palhinha. Não há necessidade bolas. Acabe-se com as palhinhas e pronto. Se cada um andar com a sua pequena caneca de alumínio (que pode durar muitos e muitos anos - a minha avó tem umas com mais de 50 anos) na mala, acaba-se a necessidade de palhinhas e copos de plástico (eu faço isso e não me pesa na mala).

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.