Na madrugada de domingo e segunda-feira, 21 de janeiro, vai ocorrer um eclipse total da Lua. Será o único do ano e o próximo só ocorrerá a 26 de maio de 2021.

Lua

Na madrugada de domingo e segunda-feira, 21 de janeiro, vai ocorrer um eclipse total da Lua, que se encontra em Super Lua. Será o único do ano e o próximo só ocorrerá a 26 de maio de 2021.

A Lua entra na penumbra da Terra às 2:35, começando a ganhar tons acinzentados. Às 3:34 a Lua esconde-se na sombra da Terra e começa a ficar com tons avermelhados e acastanhados, criando uma Lua de Sangue, de acordo com o Observatório Astronómico de Lisboa.

O eclipse total está previsto para as 4:41, ficando a Lua totalmente “escondida” na penumbra durante uma hora. O máximo do eclipse ocorre às 5:12, e passados quatro minutos, pelas 5:16, ocorre o instante da fase de Lua Cheia, marcando o Eclipse Total da Super Lua. Às 5:44 termina o eclipse total, perdendo a lua o tom avermelhado e voltando ao acinzentado. Às 7:50 a Lua sai totalmente da penumbra e volta à sua tonalidade normal.

O eclipse vai ser visível em Portugal e na Europa, América e noroeste de África e poderá ser assistido sem a utilização de óculos especiais.

O Centro Ciência Viva de Constância - Parque de Astronomia vai abrir as portas ao público durante a noite do dia 20 para o dia 21 de janeiro, entre as 3 as 7 da manhã.
Em Coimbra, o Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra vai estar aberto ao público das 4 às 6 da manhã.

Às 5 da manhã será possível observar Vénus e Júpiter – incluindo as suas quatro luas principais: Io, Europa, Ganimedes e Calisto.

As visitas são gratuitas e não precisam de inscrição, e ainda oferecem chá e bolos aos participantes.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.