As faturas em papel vão deixar de existir a partir de 1 de janeiro de 2019.

Talão

As faturas em papel vão deixar de existir a partir de 1 de janeiro de 2019. A medida faz parte do pacote Simplex+2018.

As lojas, farmácias, restaurantes, comerciantes e prestadores de serviços vão ser dispensados de emitir faturas em papel, a não ser que os clientes as peçam. Se as faturas forem pedidas podem ser entregues em papel ou por e-mail.

Os comerciantes são obrigados a processar a fatura num programa informático certificado que garanta a sua transmissão eletrónica “em tempo real” para a Autoridade Tributária.

O Governo garante que a informação que chegará à Autoridade Tributária será a mesma que já é disponibilizada.
O registo da compra é encaminhado diretamente para o portal das Finanças, onde o contribuinte pode consultá-lo posteriormente.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.