O Presidente de Palau assinou uma legislação que proíbe o uso de protetores solares tóxicos para os recifes de corais.

Palau

O Presidente de Palau, um pequeno país insular da Micronésia, assinou uma legislação que proíbe o uso de protetores solares tóxicos para os recifes de corais. A lei definiu mais de 10 produtos químicos, como a oxibenzona e o octinoxato, como sendo "tóxicos para os corais".

Os comerciantes que venderem estes protetores solares podem ser multados até 1000 dólares (cerca de 879 euros) e os protetores solares podem ser confiscados aos turistas.
A proibição entra em vigor a 1 de janeiro de 2020.

Os últimos estudos mostraram que os químicos usados nos protetores solares causam o branqueamento dos corais e, por fim, a sua morte.

Os operadores turísticos deverão também fornecer aos seus clientes copos, palhinhas e recipientes para a comida reutilizáveis.

Em julho deste ano, o Havai tornou-se no primeiro Estado norte-americano a banir o uso de protetores solares com oxibenzona e octinoxato, uma lei que entrará em vigor em 2021.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.