Dezenas de multinacionais, como a Coca-Cola, a Danone e a Inditex, assinaram, no dia 26 de outubro, na cimeira “Nosso Oceano” em Bali na Indonésia, um acordo para reduzir o uso do plástico e fomentar a sua reciclagem.

Garrafas de plástico

Dezenas de multinacionais, como a Coca-Cola, a Danone e a Inditex, assinaram, no dia 26 de outubro, na cimeira “Nosso Oceano” em Bali na Indonésia, um acordo para reduzir o uso do plástico e fomentar a sua reciclagem.

O “Compromisso global para a nova economia de plásticos” foi subscrito por 250 entidades, que incluem governos, ONG e empresas (incluindo as que produzem 20% dos plásticos para embalagens).

Uma iniciativa que partiu da Fundação MacArthur, em colaboração com a ONU Meio Ambiente, que pretende acabar com os plásticos “problemáticos e desnecessários” e que quer que 100% das embalagens sejam reutilizáveis, recicladas ou orgânicas em 2025.

A ONU estima que anualmente cerca de oito toneladas de plástico vão parar aos oceanos, sendo que, muito deste plástico é ingerido por animais marinhos, passando depois a fazer parte da cadeia alimentar das pessoas. Se se mantiver esta tendência, haverá mais plástico do que peixes em 2050.

De acordo com a Oceana o mundo deveria deixar de utilizar produtos descartáveis feitos de plástico, como as garrafas, sacos ou palhinhas.


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.