A ilha de Santorini é visitada, todos os anos, por milhares de turistas. Uma das atrações da cidade é subir as ruas montando um burro.

Burros de Santorini

A ilha de Santorini, na Grécia, é visitada, todos os anos, por milhares de turistas. Uma das atrações da cidade é subir as ruas montando um burro.

Burros e mulas são obrigados a percorrer vários quilómetros, carregando os turistas e as suas malas por caminhos íngremes, a subir mais de 500 escadas, várias vezes ao dia, o que provoca feridas nos animais que muitas vezes ficam por tratar.

Muitos dos turistas são obesos e, por causa disso, os animais ficam com lesões na coluna vertebral e com ferimentos causados por selas mal ajustadas.

Burro ferido na coluna

“Turistas obesos, combinados com a falta de sombra e de água, com o calor e os 568 degraus de escadas é o que está a causar este problema. (…) Agora estão a recorrer ao uso de mulas cruzadas, porque os burros não são fortes o suficiente", disse um porta-voz da Associação "Santorini Donkeys".

O governo da Grécia aprovou, durante esta semana, uma medida que impede que os turistas que pesam mais de 100 kg de montar os burros. Os turistas terão de se pesar primeiro e só depois terão permissão para montar estes burros.

Várias fotos com imagens dos animais feridos têm circulado nas redes sociais, que acabaram por chamar a atenção dos responsáveis governamentais.
"Em nenhuma circunstância devem usar os animais se estiverem doentes ou feridos", afirmou o responsável pelo Ministério do Desenvolvimento e da Agricultura da Grécia.

Quando for a Santorini não ande de burro!


Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.