Veja os vídeos da discussão dos projetos de lei na Assembleia da República no dia 3 de outubro.

Raposa

Os projetos de lei do PAN, BE e PEV para a proibição da caça à raposa e ao saca-rabos foram hoje, 4 de outubro, Dia Mundial do Animal, chumbados no parlamento com votos contra do PSD, PS, CDS-PP e PCP.

Aos projetos juntava-se a petição "Pela abolição da caça à raposa em Portugal" que alcançou mais de 20 mil assinaturas.
Em Portugal, as raposas podem ser caçadas, de outubro a janeiro, à paulada e com matilhas que podem ter até 50 cães. Veja aqui um vídeo que retrata a dura e cruel realidade da caça à raposa em Portugal (ATENÇÃO: as imagens do vídeo podem ferir a sensibilidade de quem as vê).

O diploma apresentado pelo PEV, para excluir a raposa e o saca-rabos da lista de espécies cinegéticas, teve os votos favoráveis do BE e PAN e do deputado socialista Paulo Trigo Pereira.

O projeto de lei do PAN, para impedir a caça à raposa "com recurso à paulada e a matilhas", obteve os votos a favor do BE e de Paulo Trigo Pereira e do democrata-cristão João Rebelo. Os Verdes e quatro deputados do PS abstiveram-se.
A iniciativa do PAN, para excluir estes animais da lista de espécies cinegéticas, teve votos a favor do BE e do PEV.

O diploma do BE, para abolir a caça às raposas e saca-rabos e retirá-los da lista de animais de caça, obteve os votos a favor do PEV e PAN e do socialista Paulo Trigo Pereira.

O projeto de lei do PAN para a proteção dos equídeos (como os cavalos e burros) e o projeto de resolução que recomendava ao Governo que realizasse um levantamento sobre a utilização dos equídeos em veículos de tração animal e que criasse regulamentação foram também chumbados com votos contra de PSD, PS, CDS-PP e PCP.

O primeiro, teve voto a favor do BE, enquanto o PEV e os deputados Paulo Trigo Pereira, Pedro Delgado Alves, Luís Graça e João Rebelo se abstiveram. O segundo, teve votos a favor do BE, do PEV e dos deputados Paulo Trigo Pereira, Pedro Delgado Alves, Luís Graça e João Rebelo (CDS-PP).

Veja nestes vídeos a discussão dos projetos de lei na Assembleia da República no dia 3 de outubro:




Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.