As garrafas de plástico de uso único estiveram proibidas em todo o percurso da meia maratona de Harrow, em Londres.

Garrafas de plástico no chão durante uma maratona

Na meia maratona de Harrow, que decorreu no dia 16 de setembro em Londres, as garrafas descartáveis de plástico estiveram proibidas. Esta foi a primeira corrida livre destes itens a ter lugar na capital do Reino Unido.

Em vez de receberem água engarrafada ou de levarem as suas próprias garrafas para as reencherem, os corredores puderam reidratar-se com Ooho – pequenas saquetas de água biodegradáveis, feitas de materiais naturais extraídos de plantas e algas. Estas saquetas podem ser consumidas inteiras, uma vez que são comestíveis, ou abertas para se beber o líquido no interior.

Os organizadores também prepararam copos biodegradáveis para serem usados apenas no caso de a procura de água ser excecionalmente elevada.

No mundo, vendem-se um milhão de garrafas de plástico por minuto e um grande número delas acaba nos aterros ou nos oceanos. Os resíduos plásticos no mar colocam em risco baleias, tartarugas, golfinhos, aves e muitos outros animais.

São várias as corridas no Reino Unido que estão a tentar diminuir o consumo de plástico, incluindo a maratona de Londres, a maratona de Richmond – onde foram testados Oohos com bebidas energéticas – e o evento de resistência Tough Mudder.

O presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan, também se comprometeu a instalar até 20 novos bebedouros na capital durante este ano, como parte dos esforços para reduzir a utilização de itens descartáveis de plástico.
1ª foto: Switchology/Flickr

Ooho
Foto: Ooho

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.