A Assembleia Municipal de Los Angeles aprovou a proibição da venda e fabrico de produtos feitos com peles de animais.

Casaco de peles

A Assembleia Municipal de Los Angeles aprovou em setembro, por unanimidade (12-0), a proibição da venda e o fabrico de produtos feitos com peles de animais. Falta agora a Procuradoria passar a proposta a decreto e o presidente da Câmara, Eric Garcetti, homologar e assinar a mesma para se tornar lei.

"Los Angeles é, à escala planetária, uma das capitais da moda. Se isso acontecer em Los Angeles pode acontecer em qualquer cidade mundial. Esperamos ser um exemplo para o resto dos EUA e também para o mundo", afirmou o vereador Paul Koretz.

"Não estamos a fazer nada de novo, em Los Angeles. São Francisco tomou essa medida, West Hollywood também. Mas nunca uma cidade com a dimensão de Los Angeles. Esperamos que Nova Iorque, Chicago e Miami estejam atentos ao que se está a passar em Los Angeles", disse Paul Koretz.

A proibição não inclui a venda de artigos usados com peles.
São Francisco tornou-se em março na maior cidade americana a proibir a venda e o fabrico de peles. A proibição de São Francisco entra em vigor a 1 de janeiro de 2019.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.