A Triecologic é uma marca de embalagens descartáveis ecológicas, provenientes de plantas, livres de BPA, compostáveis e biodegradáveis.

Embalagens da Triecologic

A Triecologic é uma marca de embalagens descartáveis ecológicas, provenientes de plantas, livres de BPA, compostáveis e biodegradáveis da empresa TRIPONTO.

O UniPlanet falou com Joana Cartaxo, da Triecologic, que nos deu a conhecer este projeto.


UniPlanet (UP): O que levou à criação da Triecologic?

A Triecologic surge como a marca da empresa TRIPONTO dedicada a soluções de embalagens ecológicas, para diferentes setores de mercado.
Ao longo dos seus 20 anos de existência, a TRIPONTO trabalhou sempre ligada ao canal HORECA e foi através desta experiência que surgiu a marca Triecologic. Na empresa, sempre tivemos preocupações ecológicas e trabalhamos sempre materiais como o vidro e a cerâmica. Na verdade, sempre consideramos que seria importante haver outras soluções mais sustentáveis essencialmente para os materiais de uso único – os descartáveis.

Aliada à preocupação ambiental existente na empresa, a procura por soluções mais ecológicas e alternativas ao plástico surgiu, também, como uma necessidade em participar na mudança de comportamentos de consumo. Queríamos fazer da nossa missão empresarial, algo ainda mais positivo para o futuro e para o ambiente. Sempre acreditámos que não iríamos ser mais do mesmo e que iríamos conseguir encontrar soluções ecológicas alternativas e provenientes de fontes renováveis e não provenientes do petróleo.

O mercado começou a dar-nos provas de que estávamos a pensar da forma correta e a procura por estes produtos surgiu progressivamente.
Hoje trabalhamos a marca TRIECOLOGIC com entusiasmo para divulgar o conhecimento e o uso de produtos eco inovadores, com a certeza de encontrar muitas pessoas que também procuram o caminho verde.



UP: Que tipo de embalagens vendem?

Neste momento temos mais de 300 referências e por isso estamos preparados para oferecer alterativas ao plástico com estas embalagens ecológicas para diferentes setores de mercado, tais como a restauração, a hotelaria, empresas de catering, eventos, festivais, escolas, supermercados, indústria e agricultura.


Embalagens da Triecologic


UP: O que torna estas embalagens descartáveis mais sustentáveis?

Os nossos produtos são livres de plástico de origem fóssil e por isso são 100% biodegradáveis em compostagem industrial.
As matérias-primas utilizadas são 100% provenientes de plantas: PLA, celulose, fibras recicladas de cana-de-açúcar, Natureflex e folha de palma.

São produtos certificados como compostáveis por organismos de certificação independentes: OK Compost by Vincotte e The Biodegradable Product Insitute (BPI) e cumprem a norma europeia EN-13432.
Desta forma estas embalagens são as alternativas amigas do ambiente por serem provenientes de plantas e não do petróleo e é por isso que são mais sustentáveis, pois ajudam na redução das emissões de CO2 e contribuem para a diminuição dos aterros sanitários.



UP: Depois de as usarmos, como as devemos descartar?

Estas embalagens, pela sua origem em matérias-primas vegetais, estão preparadas para serem biodegradáveis em compostagem industrial. Desta forma, podem ser colocadas no lixo orgânico e nos Centros de Valorização de Resíduos deverão ser encaminhados para a devida compostagem.


Embalagens da Triecologic


UP: Os bioplásticos, provenientes de plantas, biodegradam-se no lixo comum ou precisam de ser colocados num compostor industrial?

Para que haja uma correta biodegradabilidade e valorização destes biopolímeros, todos eles devem ser colocados, de acordo com o tipo de produto, em compostores domésticos, ou encaminhados pelas empresas de recolha de resíduos, para compostores industriais onde existem as condições adequadas à compostagem; humidade, microbiologia e temperatura controladas.
Existem diferentes tipos de biopolímeros, com diferentes tipos de certificação de compostagem. Há biopolímeros que são biodegradáveis em compostagem doméstica e outros que somente se biodegradam em compostagem industrial. Na nossa oferta existem todos estes tipos de bioplásticos.



UP: Como se distingue um plástico (derivado de combustíveis fósseis) de um bioplástico (provenientes de plantas)?

Todos os plásticos e bioplásticos são feitos a partir de determinados polímeros.
No caso dos plásticos convencionais são polímeros provenientes do petróleo e no caso dos bioplásticos os polímeros são provenientes de matérias-primas vegetais, ou seja, provenientes de fontes renováveis.

Neste sentido, tal como os plásticos, os bioplásticos têm uma sigla que os identifica e os distingue exatamente devido ao tipo de polímero que os compõem.
No caso dos plásticos convencionais os polímeros mais comuns são o polietileno (com a sigla PE), o polietileno tereftalato (com a sigla PET), o polipropileno (com a sigla PP) e o poliestireno (com a sigla PS).

No caso dos bioplásticos, o polímero mais comuns é o ácido poliláctico (com a sigla PLA).
Portanto, em termos técnicos, é através destas siglas que podemos distinguir se determinada embalagem é feita de plástico (PE, PET, PP ou PS) ou bioplástico (PLA ou CPLA, este último para temperaturas acima dos 40°C ).
Para o consumidor comum, será também através da identificação da sigla que poderá perceber qual o material que compõe determinada embalagem.






UP: Onde podemos encontrar mais informação sobre a Triecologic?

A informação sobre a Triecologic está disponível no nosso site e podem encontrar todas as novidades nas nossas páginas das redes sociais: no Facebook e no Instagram. Estaremos sempre ao dispor através dos telefones: 961941163 ou 912301680 e do e-mail info@triponto.pt.



Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.