As martas estão de regresso às florestas inglesas, após a caça e a perda de habitat terem dizimado quase por completo as suas populações no país.

marta

Uma marta foi observada e filmada na floresta de Kielder, a maior da Inglaterra, pela primeira vez desde 1926. A caça e a perda de habitat dizimaram quase por completo as populações destes animais no país, onde outrora eram comuns.

O pequeno predador foi filmado a comer manteiga de amendoim num comedouro preparado para a observação e monitorização de esquilos-vermelhos.

O vídeo é a prova mais conclusiva da existência de uma população residente de martas (Martes martes) em Northumberland até à data. Outras martas já tinham sido avistadas em Shropshire e em New Forest. Em 2019, o pequeno predador será reintroduzido na Floresta de Dean.

“O regresso da marta a Inglaterra, através da fronteira escocesa, já é antecipado há algum tempo, tendo sido encorajado pelos esforços que estamos a desenvolver para criar florestas ecologicamente diversas”, disse Tom Dearnley, ecólogo da Comissão dos Assuntos Florestais. “Estamos encantados por ver provas fotográficas do seu regresso.”

marta na floresta de Kielder
Imagem do vídeo de John Hartshorne, na qual podemos ver a marta

“É muito comum ver outros animais selvagens, para além dos esquilos (...) Texugos, raposas, veados e aves de todos os tipos são visitantes regulares”, disse John Hartshorne, da organização Albion Outdoors. “Em julho, tirei algumas fotos excelentes de esquilos-vermelhos e também de um visitante inesperado – uma marta em cima de um dos alimentadores para esquilos.”

“Isto foi muito inesperado, mas agora tenho fotos e um pequeno vídeo que colocam decididamente as martas na Floresta de Kielder. Historicamente, estes animais eram comuns, mas a perda de habitat e a caça levaram-nos a ser eliminados de quase todo o território inglês.”

Segundo John, o facto de o mesmo indivíduo ter sido filmado em ocasiões diferentes sugere que se deverá tratar de um animal residente e que este poderá ter companheiros na zona.

A marta é uma das 20 espécies que o projeto Back from the Brink quer salvar da extinção na Inglaterra. Com o seu trabalho, o projeto também ajudará outras duzentas espécies, incluindo o esquilo-vermelho.

Os esquilos-vermelhos estão em declínio no Reino Unido, afetados pela expansão do esquilo-cinzento, uma espécie invasora introduzida no país. Como as martas ajudam a controlar os números de esquilos-cinzentos, os conservacionistas esperam que o seu regresso ajude também a proteger o esquilo-vermelho.

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.