As vedações de arame farpado são responsáveis por causar ferimentos e matar muitos animais selvagens todos os anos.

coruja com a asa presa a uma vedação de arame farpado

A organização australiana Wildcare Inc NT divulgou, recentemente, a fotografia de uma coruja da espécie Ninox boobook presa numa vedação de arame farpado.

O destino trágico da ave, que teve de ser eutanasiada devido às suas lesões, é um exemplo dos perigos que o arame farpado pode trazer para a fauna selvagem.

A Wildcare aproveitou esta ocasião para apelar ao público para pensar duas vezes antes de colocar estes fios metálicos e para optar por alternativas amigas da vida selvagem.

São mais de 75 as espécies nativas que caem regularmente vítimas destas vedações só na Austrália. Os animais noturnos, como as corujas, estão entre os mais afetados.

Existem várias formas simples e económicas de reduzir o risco de enredamento. A remoção do arame farpado é a mais eficaz; no entanto, podem ser colocadas bandeirinhas ou fita branca na vedação para a tornar mais visível e ajudar os animais a evitá-la.

“Nunca vi animais presos numa cerca de arame farpado com fita eletroplástica”, disse Mike Jarvis, um dos voluntários envolvidos no resgate da coruja.
Foto: Wildcare Inc NT

Subscrever a Newsletter

0 comentários. Diz-nos o que pensas

Obrigado pelo comentário! Respeite os outros leitores. Comentários ofensivos ou com linguagem imprópria serão eliminados.